sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Gente fina é outra coisa

Rita Lee é uma das compositoras mais censuradas na época da ditadura militar. A música “Gente fina é outra coisa” é um exemplo. A roqueira canta sobre os valores impostos pela sociedade da época. "Na letra em exame, uma jovem insurge-se contra o pátrio-poder, ao tentar persuadir um amigo a desacreditar de seu pai para juntar-se a um grupo juvenil de comportamento duvidoso", assinala o censor José do Carmo Andrade num documento de 30 de agosto de 1973. Ele afirma ainda que "a mensagem é negativa e induz aos maus costumes". Em outra tentativa de liberação, datada de novembro de 73, a letra de Rita é barrada novamente: "Apresenta conotação anárquica... Sua liberação poderia acarretar uma desagregação social e familiar, de conseqüências negativas". Em 1977, Rita reaproveitou a música e fez uma letra nova para ela, que foi gravada com o título de "Locomotivas" para a novela de mesmo nome da TV Globo.
Abaixo você pode ver a letra completa da musica:

Por que você diz que vai fazer e não faz
Assim não da mais
E eu não posso deixar
Se alguém coisa esta errada eu preciso falar
A verdade
A verdade

E eu sei que você está com medo de dar
E o que vão pensar
Não vá se misturar com esses meninos cabeludo
Que só pensam em tocar
E você escuta o papa dizendo

Que gente fina é outra coisa
Mas gente fina é outra coisa

Então você fica nessa indecisão
Papai tem razão
E não me venha dizer
Que você vai sair de casa e batalhar pra viver
É mentira
É mentira

Hoje mesmo eu te vi
Pensei que fosse o seu pai
Que decepção
Eu fiquei triste de ver
A sua vida começando pelo lado errado
E você está acreditando mesmo
Que gente fina é outra coisa
Mas gente fina é outra coisa

- Gabriela Kühl

6 comentários:

  1. o blog de voces ta muito bom! adoro poder me relembrar dessas musicas...

    ResponderExcluir
  2. nao consegui ver qual é a mensagem dessa musica, mas parece ser uma musica bem elaborada

    Juliana Medeiros

    ResponderExcluir
  3. realmente, mostra os valores invertidos da época, como fala a parte:
    E não me venha dizer
    Que você vai sair de casa e batalhar pra viver
    É mentira

    - Fernanda Cesarino

    ResponderExcluir
  4. Maria Carolina França13/10/2009 16:30

    Minha música preferida da banda. Expressa a insatisfação da banda com o caráter e dignidade da população na época em que foi escrita. Na minha opniao, é a melhor música dos Mutantes.

    ResponderExcluir
  5. Quais são as críticas disfarçadas ao regime militar brasileiro na letra ?? Alguém poderia me dizer

    ResponderExcluir